terça-feira, outubro 23, 2007

Se ao menos conseguisse

Soluçava ele:
se ao menos conseguisse esquecer-te
como me esqueço de mim
arrancar da memória
o teu olhar
e o perfume
na brancura do silêncio
a tua presença, sempre a tua presença

e o corpo ardia-lhe
num êxtase nocturno:
(o suor nas costas)

se ao menos conseguisse esquecer-te
como me esqueço de mim

Miguel Godinho

1 comentário:

Umbiga disse...

Brilhante!