quinta-feira, abril 05, 2007

Os meus olhos nos teus

despeço-me de ti
uma vez mais

é como se a sobremesa dos dias
fossem os nossos desencontros
as nossas distâncias, as renúncias
momentâneas

mas a fateixa que nos ancora
num entrançado de rotinas correntes
continua fixa, como os meus olhos
nos teus

Miguel Godinho

1 comentário:

o-salgadordapátria disse...

Bonito. Isto a vida é mesmo assim...